No Comment

Etapas do Inbound Marketing: o que fazer na fase de atração?

Inbound Marketing é uma das estratégias de marketing digital com maior resultado de retorno da atualidade. Não poderia ser diferente, já que, a internet mudou a forma do consumidor pesquisar e encontrar produtos e serviços. Isso porque os limites entre a vida digital e a vida real estão cada vez mais tênues devido ao acesso ilimitado e móvel. O que nos faz imersos na comunicação em massa.

Como estratégia de marketing digital, o Inbound Marketing tem se definido como uma atuação profissional e se tornado mais e mais complexo. Classicamente, ele se baseia em três pilares: SEO (Search Engine Optimization), produção de conteúdo e estratégia de redes sociais. Já se fala, no entanto, em um quarto pilar, dos influenciadores digitais.

Sua prática segue a jornada do comprador, aqui usada em 5 etapas: atração, conversão, relação, venda e análise.

Neste primeiro de uma série de 4 artigos práticos sobre as etapas do Inbound Marketing. Vamos explorar mais detidamente a primeira das fases, a de atração. Nesse sentido, abordaremos o que torna uma marca atrativa em uma estratégia de Inbound, quais as ferramentas utilizadas e como iniciar uma campanha de marketing digital bem-sucedida. Confira!

O Tiro de Sniper

Não se faz Inbound Marketing sem segmentação de público e direcionamento de conteúdo. Como uma estratégia de atração e relacionamento, o Inbound Marketing precisa mirar bem no alvo, travar a mira e dar um tiro certeiro, como faria um atirador de elite.

Também não se gasta munição à toa no Inbound Marketing. Ou seja, não se atira para todos os lados. A etapa de atração é justamente conseguir a atenção do público ideal, trazendo-o para a marca de modo a gerar ou alimentar seu interesse no produto ou serviço oferecido.

Tudo começa, portanto, com a criação do briefing do cliente, que inclui a segmentação de público-alvo, criação de persona e análise prévia dos interesses relacionados. Tudo isso vai servir como parâmetro para a criação da campanha e do conteúdo do Inbound.

A munição é Conteúdo

Como uma estratégia que se baseia no relacionamento, toda a campanha de Inbound está ancorada em um conteúdo atrativo e interessante direcionado para o público-alvo.

Ou seja, é preciso que o conteúdo produzido (postagens em blog, infográficos, vídeos, cards de redes sociais etc). Não apenas tenha qualidade, como também direcionamento ao consumidor em potencial.

Não adianta uma loja de artigos esportivos produzir um excelente artigo sobre revistas em quadrinhos. Pois o público atraído não será o consumidor ideal. Logo, a munição utilizada pelo tiro de sniper em uma campanha de Inbound é alinhar sua atratividade com o direcionamento adequado, privilegiando a experiência do cliente.

Escondido à Vista

Mas não basta ter um conteúdo atrativo e direcionado se ele não puder ser localizado e visível. Aqui entram as técnicas de SEO, que utilizam parâmetros dos mecanismos de busca da internet e das redes sociais para ranquear e aumentar o tráfego virtual da página ou perfil.

O uso eficiente do SEO permite o que se chama de envolvimento orgânico. Quer dizer, gerado pelo relacionamento espontâneo do potencial cliente com a marca. O envolvimento orgânico é uma das medidas mais essenciais para saber se a estratégia está funcionando e se a etapa de atração está concluída.

No envolvimento orgânico, a marca está escondida à vista. Embora visível ao público, na atração, ela ainda não é o principal fator a se considerar para atraí-lo.

Com o uso de técnicas profissionais e desenvolvidas por vasto estudo, as campanhas de Inbound Marketing, na fase de atração, têm maior chance de sucesso quando agem como um atirador de elite (direcionamento), com a munição certa (conteúdo atrativo) e escondida à vista (SEO). A partir disso, pode-se passar para a etapa de conversão, transformando o público-alvo em leads.

Deseja saber mais sobre o funcionamento da etapa de atração do Inbound ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Relacionados

Solicite aqui um Raio-X completo do Marketing Digital da sua empresa.Totalmente Grátis!

Posts Relacionados
Os 7 erros de Marketing Digital que a sua empresa não pode cometer ( 8 ago,2016 )
Tipos de campanha no Google Ads: entenda como funciona cada uma ( 20 dez,2018 )
Geração Z e o futuro da publicidade: saiba qual é a relação ( 12 abr,2018 )
O que fazer para construir uma boa estratégia de branding digital? ( 13 set,2018 )
10 motivos para usar o marketing digital para vender mais ( 17 nov,2016 )
Quer saber mais sobre Marketing Digital? Clique aqui e baixe nossos e-books