No Comment

Remarketing e retargeting: entenda a diferença entre eles!

Você sabia que apenas cerca de 2% dos visitantes que chegam até o seu site realmente convertem? Isso mostra que não é sempre que o público está pronto para fechar negócio. No entanto, existem maneiras de impactá-los novamente e aumentar as suas chances consideravelmente.

O segredo para melhorar esse cenário está em direcionar uma publicidade altamente segmentada para as pessoas certas, especificamente aquelas que estão chegando ao seu site e não comprando nada. As chances de sucesso nesse caso são maiores do que, por exemplo, tentar atingir alguém que nunca ouviu falar da sua loja.

Esse é o conceito de remarketing e retargeting, cuja distinção é importante saber para estruturar, adequadamente, a sua estratégia. Por serem ideias bastante parecidas que envolvem elementos equivalentes, pode ser muito fácil confundi-los. Quer aprender a distingui-los? Venha descobrir!

O que é remarketing?

Existem casos em que o termo remarketing é usado para se referir a todo tipo de estratégia que envolve atingir, novamente, o público com ofertas direcionadas, incluindo o retargeting. No entanto, a ideia por trás do remarketing é relacionada a envios condicionais de e-mails, baseando-se em critérios pré-determinados.

Por exemplo, se um cliente em potencial chegou a inserir algum item no carrinho de um e-commerce, mas fechou o site, ele pode ser impactado por uma campanha de remarketing. Ela geraria um e-mail automático que relembrasse o visitante que os produtos que deseja ainda estão disponíveis. Pode até oferecer um cupom de desconto para convencê-lo.

Todo o propósito do remarketing gira em torno de aproveitar as ações desempenhadas no site para impactar, novamente, o cliente e levá-lo à conversão. Por conta disso, é essencial contar com os principais métodos de captação de dados a respeito do comportamento dos seus visitantes. Sem saber os caminhos que eles percorrem, fica impossível trabalhar estrategicamente.

O que é retargeting?

O retargeting consiste em utilizar mídia paga para exibir anúncios altamente segmentados para o seu público. Não são exibidos produtos aleatórios, mas sim, aqueles que o usuário já viu alguma vez ou até chegou a colocar no carrinho de compras do e-commerce. Então, são empregados recursos como Google AdWords e Rede de Display.

Muitas tecnologias, como o pixel do Facebook, são empregadas para detectar o comportamento do visitante ao passar por diversos sites e identificá-lo com mais precisão. Assim, é possível exibir anúncios dos seus produtos para alguém no Facebook, simplesmente, porque essa pessoa visitou o seu site uma única vez.

Por conta dessa possibilidade, você pode encontrar termos como “retargeting on site” e “off site” para se referir às esferas em que o público tem seu comportamento analisado.

No primeiro caso, diz respeito ao que ele faz no seu próprio e-commerce. No segundo, engloba sua atuação em outros sites da internet.

Qual a diferença entre remarketing e retargeting?

Geralmente, existe confusão ao diferenciar remarketing e retargeting. O principal motivo é que esses dois conceitos compartilham muitos objetivos. Em ambos os casos, o foco está em impactar, novamente, um mesmo cliente com uma oferta, de forma direcionada para aumentar suas chances de conversão.

O ponto que diferencia os dois consiste no método utilizado para atingir esse cliente em potencial. Enquanto o remarketing costuma se referir aos métodos que envolvem e-mail e alguma ação desempenhada pelo usuário no seu site. O retargeting utiliza mídia paga, como anúncios em redes sociais e no Google, com o mesmo intuito.

Não se trata de escolher qual das duas soluções é a melhor para a sua empresa. Na verdade, a união delas é a alternativa mais indicada porque é o caminho que oferece uma solução mais completa para as suas necessidades. Em quanto mais frentes você tentar impactar o cliente certo, maiores serão as suas chances de sucesso.

Vamos começar?

Agora que você conhece melhor as características de remarketing e retargeting, pode planejar de que maneira vai usar esses conceitos em sua estratégia de marketing. Lembre-se da importância de ficar de olho nas principais tendências e oportunidades tecnológicas oferecidas pelo mercado. Somente assim será possível se antecipar em relação aos seus concorrentes e conquistar ainda mais clientes.

Garanta a melhor abordagem para as necessidades da sua marca: entre em contato conosco e descubra todas as possibilidades!

Relacionados
Posts Relacionados
WhatsApp Ads: conheça as novidades da ferramenta! ( 14 fev,2018 )
Os 3 Maiores Vilões da Produtividade ( 24 mar,2015 )
Por que terceirizar a produção de conteúdo do seu site? ( 18 set,2017 )
Os 7 erros de Marketing Digital que a sua empresa não pode cometer ( 8 ago,2016 )
5 estratégias de venda para alavancar os resultados na Black Friday ( 3 nov,2016 )
Quer saber mais sobre Marketing Digital? Clique aqui e baixe nossos e-books